A Christmas Prince | Review do filme original Netflix

A Christmas Prince | Review do filme original Netflix

Netflix lançou hoje (17) o filme estrelado por Rose McIver, A Christmas Prince, O Príncipe do Natal (no Brasil). Um filme que não traz muito além dos filmes tradicionais de natal, fica parecendo um típico de "Sessão da Tarde" que ainda pode agradar com atuação de Rose McIver (iZombie e Unce Upon a Time), Alice Krige (The OA) e Ben Lamb (Divergente).

Com a premissa de Amber (Rose McIver), uma jovem jornalista que tem a grande oportunidade de alavancar sua carreira com a cobertura do coroamento do polêmico príncipe Richard, o filme pode ser um bom entretenimento de fim de ano em família.

Aviso: a matéria abaixo contém spoilers do filme!

Descrição do filme:

Amber, desprezada no trabalho, consegue a chance de mudar sua carreira. Ao chegar no evento descobre que o príncipe nem ao menos virá e, para não perder a oportunidade, precisa fazer mais. Acaba se infiltrando no castelo da família real e se disfarçando de tutora da jovem princesa Emily (Honor Kneafsey), uma menina aparentemente ácida, com o convívio de alguns dias Amber acaba se aproximando da jovem e a entendendo, ela tem um grande coração. 

Pelo cuidado com Emily que é cadeirante, Amber acaba de conquistar também o príncipe Richard, ainda sem uma princesa, mesmo que tenha a entediante candidata Baronesa Sophia (Emma Louise Saunders). Aos poucos Amber descobre que Richard não é o que escrevem em revistas, como o homem rico e mulherengo, mas sim um homem com compaixão às crianças e dificuldade em aceitar seu destino de rei de Valdovia. 

Uma grande surpresa é quando Richard salva Amber depois de ter caído do cavalo e ter sido atacada por um lobo. Os dois vão a uma cabana, Richard a revela que foi ali que revelou ao seu pai que não queria ser rei. Quando Richard se distancia Amber procura por pistas para sua matéria e o que encontra é realmente impactante. Uma certidão de adoção de Richard junto a certidão de nascimento falsa, que nem ele sabe. 

Amber não revela os documentos. Na última noite em que ficaria no palácio real haveria um baile e Amber foi convidada. No evento estava também a candidata a princesa, Sophia junto a Simon, o próximo na linha de sucessão ao trono e aparentemente muito interessado.

Foi ali que Richard percebeu que deveria sim assumir ao posto de rei, a dança com Amber com um belo vestido azul foi um dos grandes momentos do filme. Chega o dia da coroação, mas antes que fosse, Simon e Sophia entram com os papéis de adoção de Richard pegos no quarto de Amber. Pela lei real o sucessor precisa ser do mesmo sangue, impossibilitando Richard e levando Simon ao cargo junto a Sophia. 

Amber, triste pelo ocorrido e sentindo-se culpada, antes da cerimônia de coroação de Simon, fala com seu pai e lembra da noz de enfeite de natal deixada pelo pai a Richard, vai ao palácio e pela surpresa, o pai deixou um manuscrito com a mudança de lei para possibilitar Richard a sucessão, que é finalmente coroado no dia de Natal.

Amber vai para casa, se demite da coluna e cria seu próprio blog. O que não dura muitos dias, na virada de ano Richard chega no estabelecimento do pai de Amber e a pede em casamento que aceita. Final feliz! 

Pontos fortes:

A história de superação de Emily, bem como o apaixonar de Amber e Richard, ainda a ligação de Amber com seu pai. Destaca-se a boa atuação de McIver, Alice Kriger, Ben Lamb e ainda Honor Kneafsey. Um filme de romance natalino que pode não chegar a ser um clássico, mas fica na lembrança do espectador por trazer características de outros clássicos e com originalidade. Cabe salientar que não é um filme de alto orçamento, mas que soube equilibrar bem entre imagens pré-gravadas e imagens originais com cenários do Palácio da Majestade Michael I e montanhas nevadas na Romênia.

Pontos fracos:

Mesmo com relativa boa atuação de alguns, "A Christmas Prince" traz os fracos vilões Count Simon interpretado por Theo Devaney e ainda Sophia por Emma Louise Saunders. Como um filme de romance, a intensão não é trazer vilões extremos, mas aqui Devaney e Saunders relamente trazem um toque de amadorismo ao filme. 

Se você ainda está em dúvida veja o trailer dublado:



A Christmas Prince | Review do filme original Netflix

A Christmas Prince | Review do filme original Netflix